Duas tarefas muito comuns de se fazer com arrays são: filtrar seus elementos ou transformar um array em outro. Para facilitar isso o jQuery tem as funções $.grep e $.map (equivalentes aos métodos Array.filter e Array.map do JavaScript 1.6).

Atualização! O artigo fala das funções grep e map do jQuery, mas ao final mostro as formas correspondentes sem jQuery (filter e map) que funcionam de maneira quase idêntica.

Filtrando com $.grep

A função $.grep recebe um array e uma função de filtro. Esta função retorna um novo array (não altera o original) contendo apenas os elementos para os quais a função filtro retorna true.

Exemplo

Suponha que temos um array de estudantes, com seus nomes e notas (name e grade):

var students = [
  { name: 'Quico', grade: 10 },
  { name: 'Godinez', grade: 4 },
  { name: 'Chaves', grade: 5 },
  { name: 'Nhonho', grade: 8 }
];

Agora quero filtrar de forma a manter apenas os aprovados (nota 5 ou mais):

var approved = $.grep(students, function(student) {
  return student.grade >= 5;
});

Note que passamos o array original e uma função. Esta função vai ser executada para cada um dos elementos do array, e deve retornar um booleano indicando se aquele elemento deve ser mantido ou não. No nosso exemplo estamos mantendo só quem tem nota >= 5.

A variável approved agora contém:

var students = [
  { name: 'Quico', grade: 10 },
  { name: 'Chaves', grade: 5 },
  { name: 'Nhonho', grade: 8 }
];

Transformando com $.map

A função $.map tem uma assinatura idêntica à $.grep. Ela recebe um array e uma função, e também retorna um novo array. A diferença neste caso é que a $.map recebe uma função de transformação (e não de filtro). Ela retorna um novo array onde cada elemento é o resultado da aplicação da função de transformação no elemento do array original.

Exemplo

Considerando o mesmo array de estudantes do exemplo anterior, vamos supor que queremos exibir a informação de maneira mais amigável. Vamos gerar um novo array com mensagens (strings), de acordo com as notas:

var studentsMessages = $.map(students, function(student) {
  var message = student.name + ' foi ';

if (student.grade < 5) { message += 'reprovado.'; } else if (student.grade < 10) { message += 'aprovado!'; } else { message += 'aprovado com louvor!'; }

return message; });

Veja que a função de transformação recebe um valor (um objeto com nome e nota) e usa essas informações para retornar um novo valor (uma string) que irá compor o array resultante. Com isso o array studentsMessages fica assim:

["Quico foi aprovado com louvor!",
"Godinez foi reprovado.",
"Chaves foi aprovado!",
"Nhonho foi aprovado!"]

$.map funcionando como $.grep

A $.map tem mais uma carta na manga! Ela pode funcionar como $.grep, excluindo elementos do array resultante. Para isso basta que a função de transformação retorne null ou undefined.

Exemplo

Vamos modificar o exemplo anterior para manter no array de mensagens apenas mensagens para os alunos aprovados:

var studentsMessages = $.map(students, function(student) {
  var message = student.name + ' foi ';

if (student.grade < 5) { return null; } else if (student.grade < 10) { message += 'aprovado!'; } else { message += 'aprovado com louvor!'; }

return message; });

Resultado:

["Quico foi aprovado com louvor!",
"Chaves foi aprovado!",
"Nhonho foi aprovado!"]

Veja que o array resultante é menor que o original, pois além de transformado ele foi filtrado.

$.map transformando o array original

Os exemplos anteriores deixaram o array original intacto, mas nem sempre isso acontece. Quando temos um array de objetos, como nosso array de estudantes,  cada item do array é passado por referência à função de transformação ou filtro. Qualquer modificação no item reverte no array original. Podemos usar isso a nosso favor.

Exemplo

Queremos modificar o array de estudantes, adicionando um novo atributo gift, um presente de acordo com a nota de cada um:

$.map(students, function(student) {
  if (student.grade < 5) {
    student.gift = 'Livro';
  } else if (student.grade < 10) {
    student.gift = 'Refresco';
  } else {
    student.gift = 'Bola quadrada';
  }
});

Note que não estamos atribuindo o resultado de $.map a nada, pois o que nos interessa é modificar o array original. (Neste caso o resultado de $.map é um array vazio, pois a função de transformação não retorna nada, o que implicitamente quer dizer que ela retorna undefined, e retornando undefined para todos os elementos ela está filtrando e excluindo todos do resultado.)

Com isso, nosso array original students fica assim:

[
  { name: 'Quico', grade: 10, gift: 'Bola quadrada' },
  { name: 'Godinez', grade: 4, gift: 'Livro' },
  { name: 'Chaves', grade: 5, gift: 'Refresco'},
  { name: 'Nhonho', grade: 8, gift: 'Refresco'}
]

Sem jQuery: filter e map

A versão 1.6 do JavaScript possui os métodos Array.filter e Array.map, que servem ao mesmo propósito das funções $.grep e $.map do jQuery. Estes métodos não são implementados no IE8 e inferiores. Para dar suporte a estes navegadores você pode acrescentar essa implementação nos seus scripts (veja a seção Polyfill na documentação do MDN para cada método - links abaixo).

Array.filter

Veja o mesmo exemplo do $.grep agora usando Array.filter:

var approved = students.filter(function(student) {
  return student.grade >= 5;
});

Note que filter é um método do próprio array, portanto ele só recebe como parâmetro a função de filtro. O corpo da função de filtro e o resultado são idênticos ao $.grep.

Array.map

Veja o exemplo de mensagens, agora usando Array.map:

var studentsMessages = students.map(function(student) {
  var message = student.name + ' foi ';

if (student.grade < 5) { message += 'reprovado.'; } else if (student.grade < 10) { message += 'aprovado!'; } else { message += 'aprovado com louvor!'; }

return message; });

Mesma coisa. Só muda a forma de chamar.

Diferença: Array.map não funciona como filter

Vimos que podemos usar $.map também para filtrar, bastando retornar null ou undefined para os elementos que desejamos exlcuir. Array.map não funciona da mesma forma. Qualquer coisa que for retornada será acrescentada ao array resultante. Exemplo:

var studentsMessages = students.map(function(student) {
  var message = student.name + ' foi ';

if (student.grade < 5) { return null; } else if (student.grade < 10) { message += 'aprovado!'; } else { message += 'aprovado com louvor!'; }

return message; });

studentsMessages vai ficar assim:

[
  "Quico foi aprovado com louvor!",
  null,
  "Chaves foi aprovado!",
  "Nhonho foi aprovado!"
]

Por fim, o exemplo de $.map onde o array original foi alterado funcionaria da mesma forma com Array.map.

Links